A Polícia Civil do Rio de Janeiro informou, na 6ª feira (07), que subiu de 25 para 28 o número de mortos em uma operação contra o tráfico de drogas no Jacarezinho, na zona norte da capital, realizada nessa 5ª feira (06). A ação da Polícia Civil do Rio de Janeiro foi a mais letal da história do Estado.

A operação Exceptis foi deflagrada sob coordenação da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente, com o apoio do Departamento Geral de Polícia Especializada, do Departamento Geral de Polícia da Capital e da Coordenadoria de Recursos Especiais.

A Polícia Civil disse ter recebido denúncias de que traficantes estão aliciando crianças e adolescentes para integrar a facção que domina o território.

“Esses criminosos exploram práticas como o tráfico de drogas, roubo de cargas, roubos a transeuntes, homicídios e sequestros de trens da Supervia, entre outros crimes praticados na região”, disse a corporação.