Vendedores informais foram impedidos de exercer as suas actividades no Terminal Rodoviário de Malhampsene, no município da Matola, após uma incursão da Polícia Municipal.

Iniciada nas primeiras horas da manhã, a operação visa desencorajar a prática de negócio informal nos locais impróprios. A acção surpreendeu centenas de vendedores que se fizeram ao local, como de costume, para desenvolverem os seus negócios.

O local é considerado perigoso para o desenvolvimento de qualquer actividade comercial, razão pela qual as autoridades municipais há muito que vinham apelando aos vendedores para abandonaram a área e ocuparem as bancas vazias no mercado Tsalala, situado junto ao terminal de transportes.

Por seu turno, Sérgio Bavo, porta-voz da corporação, referiu que se trata de uma operação que visa fazer cumprir a postura municipal.

“A retirada compulsiva é resultado da renitência dos vendedores, pois antes do desencadeamento desta acção, o Município sensibilizou-os a abandonarem, voluntariamente, o local, entretanto nunca tinha sido acatado.”.

Apontou que o mercado Tsalala dispõem de mais 300 bancas, sendo que algumas encontram-se vazias.