Início Internacional Angolanos detidos em Luanda por vender vacinas a estrangeiros por 12,5 euros

Angolanos detidos em Luanda por vender vacinas a estrangeiros por 12,5 euros

A Polícia angolana deteve dois cidadãos nacionais, em Luanda, capital de Angola, acusados de venderem vacinas contra a covid-19 a estrangeiros, por 12,5 euros (cerca de 840 meticais).

A informação consta do balanço da Polícia Nacional sobre a situação de segurança pública nas últimas 72 horas, salientando que as detenções, as primeiras que as autoridades angolanas divulgam, ocorreram fruto de uma denúncia pública.

Segundo a nota da polícia, os implicados vendiam as vacinas a cidadãos estrangeiros, que não fazem parte da lista de prioridade do Plano Nacional de Vacinação, pelo valor de 12,5 euros.

Além das vacinas, os suspeitos são igualmente acusados de comercializarem o cartão de vacina, bem como o comprovativo da realização do teste de covid-19 no valor de 6,2 euros (417 meticais).

Angola registou até à data 25.609 casos, 579 mortos e 23.092 casos de recuperação da doença.

Artigo anteriorCabo Delgado: Total retira trabalhadores de Afungi
Próximo artigoRio de Janeiro reabre praias após pequena queda de mortes e infeções por Covid-19