A Matricula da primeira classe para o ano lectivo 2021 continua a registar fraca afluência de pais e encarregados de educação nas escolas da cidade de Maputo, volvido pouco mais de um mês após o arranque.

Dirigentes de algumas instituições do ensino primário ouvidos ontem pelo “Notícias” disseram que têm vindo a reunir com as estruturas dos bairros, com vista a mobilizar encarregados de educação a não esperarem o último dia para matricularem crianças.

Carlos Nhantumbo, director da Escola Primária Completa (EPC) 25 de Junho, revelou que a instituição prevê matricular este ano cerca de 150alunos e até ontem havia inscrito apenas 49 crianças.

Explicou que, por conta da alteração do calendário escolar, maior parte de encarregados não tem informação sobre o acto. “Por isso, estamos a trabalhar em coordenação com líderes comunitários para difundirema informação”, referiu.

A EPC de Nhangoia tem 358 vagas disponíveis para novos ingressos e somente 111 alunos se inscreveram até agora. O mesmo sucede com a EPC de Bagamoyo que dispõe de 191 , tendo preenchido 41 vagas.

Casimiro Mário, director da EPC de Inhangoia, disse também que a instituição está a desenvolver um trabalho conjunto com pais e encarregados de educação para solucionar o problema da fraca afluência àmatrícula da primeira classe.

No entanto, a regularização das matrículas de alunos internos da 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 7ª, 9ª,10ª, 12ª classe, alfabetização e educação de adultos arrancou ontem segunda-feira e termina no dia cinco de Fevereiro do ano em curso.

Para a 6ª, 8ª e 11ª classe, o acto decorará de 26 de Fevereiro a 12 de Março, sendo que não existem taxas de matrículas de1ª a 9ª classe, alfabetização e educação de adultos.

Uma fonte do Ministério da Educação e Desenvolvimento Humanoreiterou que o processo de regularização da matrícula decorre internamente, em cada escola, e os alunos irão apenas confirmar seus nomes dias antes do arranque das aulas.

Em relação ao número total de alunos que estarão registados no Sistema Nacional de Educação este ano, a mesma disse que o levantamento estatístico, que geralmente acontece em Março de cada ano lectivo, será feito após o arranque do ano escolar 2021.