Um homem de 55 anos foi detido pela Polícia Judiciária, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, “por fortes indícios da prática de mais de duzentos crimes de violação e um crime de abuso sexual de crianças, todos na sua forma agravada”.

Em nota enviada às redações, a PJ dá conta que “os factos foram cometidos desde 2007 até ao presente ano, vitimando, sucessivamente e com elevada frequência, as quatro filhas menores do agressor”.

Os crimes ocorreram Área Metropolitana de Lisboa, no interior da casa partilhada pelas vítimas e pelo presumível autor, que aproveitava a ascendência e a proximidade com as crianças para consumar as condutas abusivas.

O detido tem ainda antecedentes criminais por falsificação de documentos, tendo sido presente ao primeiro interrogatório judicial, no qual lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.