A vítima teria mostrado recentemente uma caricatura de Maomé numa aula sobre liberdade de expressão. Um professor foi encontrado decapitado em Conflans Saint-Honorine, nos arredores de Paris, na França, no final desta sexta-feira, 16, e as autoridades investigam o “assassinato em conexão com uma empreitada terrorista” e como “associação criminosa terrorista”.

A imprensa francesa refere que a vítima havia ministrado recentemente aulas sobre liberdade de expressão, em que mostrou aos alunos a caricatura de Maomé, profeta do islamismo.

Depois do ataque, o suspeito, de cerca de 18 anos de idade, fugiu com uma faca, mas foi encontrado pelas forças de segurança, que o abateram depois de se ter negado entregar a faca.