Sobre os escombros, viam-se cinzas, restos de garrafas, panelas e loiça, é o que se podia ver debaixo das chapas de zinco que compunham as barracas de confecção de comidas dentro do mercado Mandela, na cidade de Maputo.

Foi durante a madrugada, que o mercado começou a arder, e com a intervenção dos bombeiros foi possível apagar o fogo, que até ao amanhecer insistia em mostrar vestígios de fumaça em algumas barracas.

Não se sabem as reais causas do incêndio, mas presume-se que tenha sido provocado por uma vela deixada num dos
estabelecimentos.

Desespero para as donas das bancas. Em lágrimas e soluços, a senhora Fátima lamenta, ” o que farei daqui para frente, acabou tudo. Está barraca era tudo para mim, sou viúva”.

Uma outra vendedeira, havia guardado dinheiro para pagar algumas contas, mas no local só se viam cinzas, a cor do dinheiro foi descartada.

É o segundo incêndio em menos de uma semana nos mercados da cidade de Maputo. No mercado de Xipamanine sete bancas foram destruídas em resultado de um curto circuíto. No mercado Mandela, ainda não se contabilizam as bancas devastadas pelo incêndio.