De acordo com informações divulgadas na sexta-feira (14) pelas autoridades haitianas, pelo menos 15 crianças morreram em um incêndio que atingiu um orfanato em Porto Príncipe. As informações são do The Guardian.

A casa era dirigida por uma organização ligada a uma igreja dos Estados Unidos, que opera no Haiti desde 1977.

Duas crianças morreram no local e as outras 13 foram levadas para um hospital da região e não resistiram.

Arielle Jeanty Villedrouin, responsável pelo Instituto Social do Bem-Estar, disse que o orfanato abrigava 60 crianças e não tinha autorização para operar. Só 35 dos 754 orfanatos do Haiti são regulamentados e 100 estão em processo de licenciamento.

O The New York Times entrevistou Louis, um dos trabalhadores da casa, que disse que o incêndio começou por volta das 21 horas de quinta-feira (13). O homem relatou que os bombeiros levaram cerca de uma hora e meia para chegar.

O orfanato usava velas devido a problemas com o gerador.

Metrópoles