A Polícia da República de Moçambique (PRM), em Sofala confirma a detenção do ex-deputado da Renamo, Sandura Ambrósio, suspeito de financiar a Junta Militar da Renamo, liderada por Mariano Nhongo.

 Segundo a acusação do Ministério Público, Sandura  Ambrósio, é acusado de ter participado na criação da auto intitulada Junta Militar da Renamo.

A detenção do ex-deputado da Renamo e antigo delegado político da Renamo em Sofala, foi anunciada, na segunda-feira (13) na Beira, pelo chefe do Departamento de Investigação e Instrução Criminal, em Sofala, Mário Tamele, em conferência de imprensa.

“ Por mandado judicial, está detido o cidadão Sandura Ambrósio, indiciado num crime de conspiração. Esta decisão surge na sequência de dados que foram sendo colectados no âmbito da investigação do processo. Das informações que veêm sendo trabalhadas, achou-se que havia indícios suficientes e evidências para a sua detenção, conforme reza nos autos, pelo crime de conspiração, conspiração leva tudo isso aí, desde actos preparatórios, recrutamento,  até mesmo ataques em directo, é toda essa gama”, disse.

A detenção de Sandura Ambrósio ocorre após a perda de imunidade em virtude de não ter conseguido ser reeleito na legislatura, desta vez pelo partido MDM.

RM