O embaixador de Moçambique, em Lisboa, Joaquim Bule, disse à Lusa, que em Portugal estão aptos para votar nas próximas eleições gerais, marcadas para 15 de Outubro, 1819 cidadãos moçambicanos, de uma população de 3000.

“De uma população de 3000 moçambicanos residentes em território português, com registo consular, estão recenseados, para as próximas eleições, 1.819”, afirmou o diplomata Joaquim Bule, adiantando, que aqueles cidadãos poderão fazê-lo em 11 assembleias de voto espalhadas de norte a sul de Portugal.

Para as eleições de 2014, estavam registados em Portugal 1.284, contra os 848 das eleições de 2009.

Porto, Lisboa, Braga, Coimbra, Leiria, Viseu, Beja, Évora, Faro, Portimão e Aveiro são as cidades, onde, os moçambicanos poderão votar, especificou o embaixador de Moçambique em Portugal.

Em Lisboa, a assembleia de voto fica nas antigas instalações da embaixada moçambicana em Portugal, na Avenida de Berna, e no Porto está localizada no consulado de Moçambique, na mesma cidade.

Já nas restantes cidades, os moçambicanos poderão votar em instalações cedidas pelas respectivas câmaras municipais, as mesmas em que fizeram o recenseamento, explicou Joaquim Bule, acrescentando, que a colaboração das autarquias, em Portugal, “reduziu, em muito, os custos da operação”, sem, porém, querer revelar valores globais das despesas com as eleições em território português.

No dia 15 de Outubro, as urnas para os cidadãos moçambicanos residentes em Portugal abrirão às 10:00 e encerrarão às 21:00.

Jornal Notícias