Milhares de pessoas prestaram uma última homenagem ao ex-presidente francês Jacques Chirac, falecido na sexta-feira, aos 86 anos, em câmara ardente no Invalides, em Paris.

O tributo popular foi organizado no Palácio dos Inválidos, em Paris. Na segunda-feira (30), será declarado um dia de luto nacional e será realizada uma cerimónia oficial na presença de inúmeras personalidades estrangeiras.

A morte de Chirac, “o humanista”, uma figura mítica da direita francesa que estava doente há anos e que pouco aparecia em público, comoveu o país que presidiu por 12 anos (1995-2007), depois de ter sido prefeito de Paris entre 1977 e 1995.

JN