A Polícia da República de Moçambique (PRM), no distrito de Mutarara, em Tete, acaba de neutralizar um dos supostos criminosos envolvidos no assassinato de três pessoas da mesma família.

O indiciado é um cidadão de trinta e seis anos de idade, por sinal genro de uma das vítimas, e na altura do crime residia em Chimuara, na província da Zambézia.

A neutralização do criminoso foi possível graças à linha operativa desencadeada pela corporação após ter apurado, junto da família, algumas evidências de desavenças com as vítimas.

Segundo o comandante da PRM no distrito de Mutarara, Isac do Liz, citado pela Rádio Moçambique, das primeiras investigações o indiciado disse ter agido por motivações de feitiçaria praticada por uma das vítimas.

Isac do Liz disse que a corporação está no encalço de outros supostos elementos envolvidos no macabro crime de assassinato das três pessoas da mesma família no posto administrativo de Inhangoma.

Folha de Maputo