Após receber uma medicação para disfunção eréctil directamente no pénis, um homem está hospitalizado em Berlim (Alemanha) há duas semanas com uma erecção permanente. O caso grave de priapismo ocorreu com Danny Polaris.

O cantor de jazz foi medicado por um enfermeiro com quem ele estava se relacionando. Na noite da aplicação, não houve complicações. Porém, dois dias depois, ele precisou ser internado com fortes dores no órgão sexual.

Danny usou o Instagram para contar sua história e desabafar com seus seguidores. De acordo com ele, isso poderia servir de alerta sobre o uso sem controle de medicamentos contra disfunção eréctil e também sobre o priapismo, situação que pode gerar danos irreversíveis ao pénis.

“Eu posso nunca mais ter uma erecção. É complicado e os médicos realmente não sabem o que pode acontecer. Mas estou sendo forte”, escreveu ele em uma das publicações. O artista criou uma campanha colaborativa que pretende juntar dinheiro para ajudá-lo a cobrir as despesas após o tempo no hospital.

Metrópoles