Identificados os dois alvos preferidos para o ataque, o FC Porto espera esta semana acelerar os processos de Roger Guedes e Luan.

O primeiro, também procurado pelo Atlético mineiro, já se libertou do vínculo com os chineses do Shandong Luneng, que aceitam cedê-lo por uma temporada, e será, em tese, o caso mais fácil de resolver caso todas as partes cheguem a acordo de verbas.

Luan, 26 anos, é um caso diferente e os resultados decepcionantes do Grémio no Brasileirão são um factor a ter em conta na negociação. A derrota por 1-0 com o Bahia afundou o Grémio na classificação (está em antepenúltimo lugar) e os adeptos exigem o regresso do ídolo, que está quase recuperado de um estiramento.

Ainda assim, os portistas vão lançar uma oferta a rondar os 8,5 milhões por um jogador que no Grémio vem sendo utilizado mais como número 10, pela facilidade com que provoca desequilíbrios, mas que é por definição um avançado móvel, menos possante que Marega, mas mais fino a tratar a bola e criterioso na definição dos lances na área.

A Bola