Confirma-se que os dois últimos detidos em conexão com o caso INSS, Ernesto Simango e José Guerreiro, estiveram detidos no posto policial da PRM da Malanga.

Por volta das 7 horas da quarta-feira seguiram para o Tribunal Judicial da Cidade de Maputo para legalização da prisão.

A Secção de Instrução Criminal (SIC) do Tribunal Judicial da Cidade de Maputo já iniciou com audição dos dois arguidos detidos última segunda-feira em conexão com o caso de corrupção que envolve a antiga ministra do trabalho, Helena Taipo.

O juiz está a aferir os pressupostos da detenção para ver a medida de coação a aplicar ou mesmo decidir pela prisão dos dois arguidos. O primeiro a entrar na sala de audiência é Ernesto Armando Simango, proprietário e gestor da Arcos Consultores Lda.

O País