A Renamo submeteu ontem ao governo uma lista de dez oficiais para serem nomeados nos cargos de chefia do Comando-geral da PRM. A entrega da lista representa mais um passo no processo de integração dos homens da Renamo nas Forças de Defesa e Segurança.

O Presidente da República fez o apelo à Renamo no dia 07 e Abril, durante as celebrações do Dia da Mulher Moçambicana. Uma semana depois, a Renamo reagiu ao apelo e esta terça-feira chamou a imprensa para informar que já submeteu a lista de oficiais.

Em relação ao processo de desarmamento dos seus homens, a Renamo diz que ainda aguarda pelo enquadramento de todos os oficiais em outras áreas de Defesa e Segurança.

No último encontro realizado em finais de Fevereiro na cidade de Maputo, o líder da Renamo e o Presidente da República reafirmaram o compromisso de respeitar os entendimentos alcançados para uma paz efectiva.

O País