O governo, através do Ministério da Juventude e Desporto (MJD), deu três meses para as federações nacionais de Basquetebol, Ténis e Natação realizarem as respectivas assembleias-gerais por se encontrar fora do mandato.

Rui Albasine, Director Nacional do Desporto, diz que estas três federações estão a violar o que vem preconizado na lei do desporto que estipula quatro anos renováveis por igual período.

Deu exemplo com a Federação Moçambicana de Basquetebol, liderada por Francisco Mabjaia, cujo mandato terminou em Junho de 2018, mas que ate hoje continua a frente dos destinos da modalidade alegadamente a pedido das respectivas associações provinciais.

Rui Albasine, diz que o mesmo apelo já foi dado para as federações de natação e Ténis que igualmente estão fora do mandato deste Dezembro do ano passado

Relativamente a Federação Moçambicana de Natação o nosso jornal soube que este organismo já marcou as eleições para este mês de Março na cidade da Beira e já tem dois candidatos nomeadamente Deolinda Mabote e Jeremias Costa.

A Bola