Uma mulher foi detida no bairro da Mafalala, na cidade de Maputo, indiciada de recrutar quatro adolescentes para exploração sexual na sua própria residência.

A indiciada aliciava as menores com valores monetários e cobrava a cada um dos seus clientes 300,00 meticais, segundo disse um familiar das vítimas, citado pelo jornal Notícias.

Leonel Muchina, porta-voz da Polícia no comando da cidade de Maputo, que a mulher foi detida graças à denúncia dos vizinhos e vai responder criminalmente por exercer actividade ilícita.

Entretanto, a indiciada nega todas acusações que recaem sobre ela, alegando que as meninas apareciam na sua residência para convívio.

Folha de Maputo