O porta-voz do Serviço Nacional de Migração disse, esta quinta-feira que os 43 nigerianos detidos no ano passado na China com passaportes biométricos moçambicanos, indiciados de tráfico de droga e de pessoas, corre os seus trâmites legais na Procuradoria.

Quanto às acusações que pesam sob a antiga porta-voz do Serviço Nacional de Migração, Cira Fernandes, Celestino Matsinhe revelou à nossa reportagem que corre um processo administrativo e enquanto isso a indiciada encontra se a trabalhar.

O SENAMI revelou esta quinta-feira que deteve uma cidadã de nacionalidade etíope por posse de DIRE falso, quando a mesma tentava entrar no País através do Posto de Travessia de Mavalane, na Cidade de Maputo, vindo da Etiópia. Na ocasião, a referida imigrante disse ter obtido o DIRE na Etiópia e que vinha à República de Moçambique pela primeira vez.

O País