Quatorze caçadores furtivos foram neutralizados pela Polícia da República de Moçambique, na província de Inhambane. Na sua posse foram encontradas  15 armas de fogo, de fabrico caseiro, comparadas as de calibre 12, motivo pelo qual causa desconfiança no seio da corporação, sobre a real actividade dos supostos caçadores.

Pode se estar perante uma das acções proibidas, perpetrada pelos caçadores furtivos e que foram abortadas pela Polícia da república, no distrito de Mabote, em Inhambane.

Perante esta situação a Polícia diz-se desconfiada das reais actividades que o grupo pretendia levar a cabo.No período da sua detenção, os supostos caçadores faziam–se  transportar numa viatura automóvel e são provenientes dos distritos de Massinga, Funhalouro e Morrumbene.

O País