Windi Thomas, de 44 anos, declarou-se culpada pelo assassinato do seu namorado de 54 quilos. A norte-americano asfixiou-o sentando-se no seu peito.

O homicídio aconteceu em Março deste ano, avança o jornal Daily Mail. Durante uma discussão do casal, Thomas terá inicialmente atacado o seu namorado com uma faca, espetando-a numa mão. Depois, arremessou a perna de uma mesa contra ele. Por fim, asfixiou-o.

Thomas garantiu às autoridades que, durante o assassinato, estava sob o efeito de álcool e queria comprar crack.  Devido à confissão e a um acordo com as autoridades, Windi Thomas conseguiu descer a prisão efetiva de 20 a 40 anos para 18 a 36 anos.

A irmã da vítima diz que “ela deveria ter recebido mais 40 anos de pena”. “Ela merecia prisão perpétua”, afirmou. A irmã da vítima diz ainda que Windi e o namorado estavam juntos há dois anos. “Eu sabia que alguma coisa iria acontecer. Eles até ficaram em minha casa e eu pedi a Windi Thomas: ‘por favor, não mates o meu irmão'”, disse.

CM