O antigo chefe dos Serviços Provinciais da Fauna Bravia de Niassa, foi detido por alegado envolvimento no furto de 85 pontas de marfim resultantes de caça furtiva, indicou fonte do Ministério Público moçambicano.

Fonte da Procuradoria Provincial de Niassa, citada hoje pelo jornal Notícias, disse que Pedro Vicente foi detido em Maputo, para onde fugiu em 2017, após ser indiciado no referido roubo.

O marfim desapareceu dos armazéns dos Serviços Provinciais da Fauna Bravia, onde tinha sido colocado depois de apreendido de traficantes de marfim.

Na altura, as autoridades moçambicanas afirmaram que o marfim era proveniente do abate ilegal de elefantes na Reserva do Niassa.

Notícias ao Minuto