Uma criança de apenas sete anos de idade foi encontrada sem vida e supostamente com sinais de abuso sexual, no domingo, no município da Matola, província de Maputo, depois ter sido dada como desaparecida pelos pais.

O corpo da criança foi descoberto, sem sinais de agressão física, escondido num saco, de manhã, numa das ruas do bairro Infulene-D e não muito longe da sua casa.

A família, que estava há várias horas à procura da vítima, foi dada o alerta de que um corpo tinha sido identificado nas proximidades da área residencial.

O receio de que podia ser a miúda tomou conta de todos, segundo relatos de um dos parentes da finada. E quem fez o reconhecimento foi a própria mãe, que antes de ver o rosto, a mulher reconheceu a filha logo que viu os seus pés, imóveis.

Contudo, a Polícia da República de Moçambique (PRM), na Matola, já está ao corrente do facto e disse que está trabalhar no sentido de trazer esclarecimentos.

Folha de Maputo