O Ministério do Trabalho, Emprego e Segurança Social (MITESS) através da Inspecção Geral do Trabalho, levou a cabo uma visita inspectiva a empresa denominada Bolloré Transport & Logistic Moçambique, localizada na Cidade de Maputo, onde constatou irregularidades laborais, como emprego ilegal de cinco trabalhadores de nacionalidade estrangeiras.

Trata-se de Jason Scully, de nacionalidade sul-africana, Ladilia Benbahlouli, de nacionalidade francesa, Mathieu Moussaif, de nacionalidade francesa, Joseph Marizani, de nacionalidade sul-africana e Rui Fernandes, de nacionalidade portuguesa.

A informação é avançada através de um comunicado enviado à nossa Redacção.

Segundo o comunicado, estes cidadãos estrangeiros foram contractados nesta empresa sem a devida autorização do Ministro que superintende a área do trabalho, violando o Regulamento dos Mecanismos e Procedimentos para Contratação de Cidadãos de Nacionalidade Estrangeira.

O Ministério do Trabalho, Emprego e Segurança Social, avança ainda que, suspendeu os cidadãos estrangeiros acima mencionados do seu exercício da actividade laboral naquela empresa, em virtude das suas admissões não estarem em conformidade com a lei e com os procedimentos aplicáveis.

O País