O Gabinete Provincial de Combate à Corrupção, delegação de Sofala, deteve em flagrante delito, na manhã de quarta-feira, uma funcionária da Polícia Municipal da Beira, afecta ao sector de fiscalização.

Esta foi surpreendida a receber de um automobilista de um camião três mil meticais, para anular uma multa no valor de 10 mil meticais e como condição para o mesmo reaver os seus documentos, nomeadamente livrete e título de propriedade apreendidos pela funcionária do município.

A indiciada declinou prestar declarações a imprensa, alegando que estava a espera do seu advogado.

O Conselho Municipal da Beira quando se apercebeu da detenção da funcionária em causa convocou a imprensa para saudar a detenção da mesma e distanciar-se dos actos de corrupção.

Daviz Simango anunciou ainda que nos últimos três anos, 15 funcionários do CMB que estiveram ligados a diversos sectores foram expulsos por se ter provado o envolvimento dos mesmos em actos de corrupção.

O País

COMENTE PELO FACEBOOK