Circular pela Avenida das Indústrias, que liga os bairros da Liberdade a Malhampsene no município da Matola, tornou-se um autêntico martírio para os automobilistas, devido aos buracos que “assaltaram” a estrada.

Um pouco por toda a estrada, desde a zona das bananeiras até a Lusalite, os buracos tomaram conta da avenida, obrigando os automobilistas a fazerem autênticas gincanas para fugirem dos mesmo, onde o mais difícil é encontrar a estrada no meio de tantos orifícios.

Em alguns pontos da via, os automobilistas não tem alternativas, apenas devem escolher o melhor buraco para meter a sua viatura, ou seja entrar a cova que acham que vai criar menos problemas a sua viatura.

Com a chuva que caiu nos últimos dias, o problema acentuou-se, principalmente na zona das bombas perto do Majugar, devido a água que ficou estagnada.

Os automobilistas, principalmente os chapeiros pedem a edilidade para que reabilite a via, pois a cada dia que passa as suas viaturas vão ficando cada vez mais danificadas, e algumas deixam de circular devido a problemas criados pelos buracos.

Alguns alertam que se a edilidade continuar a fazer ouvidos de mercador, so irá abrir os olhos quando a estrada estiver totalmente cortada, ou quando os chapas decidirem paralisar as suas actividades.

Folha de Maputo