O Wigan Athletic é a grande sensação dos oitavos de final da Taça de Inglaterra de futebol, ao vencer por 1-0 e eliminar o líder da liga inglesa, Manchester City.

O Wigan Athletic, terceiro classificado da ‘League One’, o terceiro escalão do futebol inglês, é a grande sensação dos oitavos de final da Taça de Inglaterra de futebol, ao vencer por 1-0 e eliminar esta segunda-feira o líder da Premier League, Manchester City.

Um golo do avançado norte-irlandês Will Grigg, o novo héroi de Wigan, aos 79 minutos, atirou ‘borda fora’ da Taça de Inglaterra um dos seus principais favoritos, o Manchester City, de Pep Guardiola.

A equipa da casa, que alinhou toda a segunda parte com mais um jogador, por expulsão do lateral-esquerdo Fabian Delph, aos 45+2, resistiu ao ‘assalto’ final do Manchester City, que proporcionou momentos de ‘suspense’ e emoção com o golo do empate iminente nos derradeiros minutos do tempo regulamentar e do tempo de compensação.

O cartão vermelho a Fabian Delph foi indiscutível, por ter feito uma entrada de ‘carrinho’, a pés juntos, sobre o médio do Wigan, Max Power, que colocou em risco a integridade física deste, lance que gerou um ‘sururu’ juntos aos dois ‘bancos’ e que envolveu os dois treinadores, ambos muito exaltados.

A expulsão de Delph forçou Guardiola a ‘sacrificar’ o internacional alemão Leroy Sané ao intervalo para a entrada do lateral-direito titular Kyle Walker, que viria, ironicamente, a ter culpas no lance do único golo, ao deixar a bola passar sem se aperceber que tinha nas costas Will Grigg.

O Wigan fez um jogo de entrega total, de modo a minimizar a superioridade individual e colectiva do City, e acabou por tirar partido de alguma rotação empreendida por Guardiola, que poupou alguns titulares.

De salientar que o internacional português Bernardo Silva, atravessar um bom momento de forma, não só voltou a ser titular como jogou durante os 90 minutos.

Com esta proeza, a modesta equipa do Wigan figura entre as oito equipas que garantiram um lugar nos quartos de final da prova, nos quais irá receber o Southampton, outro adversário da ‘Premier League’.

Nos restantes três jogos, o vencedor do jogo de repetição Swansea-Sheffield Wednesday irá receber o vencedor do jogo de repetição Rochdale-Tottenham, o Manchester United defronta o Brigthon em Old Trafford e o Leicester recebe o Chelsea.

Observador

COMENTE PELO FACEBOOK