O Ministro da Terra, ambiente e Desenvolvimento Rural, Celso Correia, garantiu na segunda-feira, na cidade de Maputo, que a lixeira de Hulene vai ser encerrada, dentro de dois meses. 

O governante sublinhou que é urgente proceder-se a vedação para dar lugar ao respectivo maneio e extinção.

Celso Correia disse ainda que o governo ordenou a criação de um aterro provisório, com a duração de 8 meses, enquanto se aguarda a conclusão da primeira fase do aterro de Matlemele, no município da Matola.

RM