O Torneio de Abertura de basquetebol de seniores masculinos e femininos está parado devido a greve dos árbitros, que exigem um mês de subsídios em atraso. 

Os homens do apito exigem que a Associação de Basquetebol da Cidade de Maputo (ABCM) salde uma divida de mais de 50 mil meticais e reafirmam que enquanto não a situação não foi regularizada não voltam a apitar.

Por outro lado, ABCM, através do presidente Rui Hélder, queixa-se da falta de seriedade dos clubes (seus filiados) que estão em divida com associação em valores próximos dos 300 mil meticais o que está a inviabilizar o decurso normal da prova. Perante estas dificuldades, ABCM ameaça mesmo colocar um ponto final ao Torneio de Abertura.

A Bola

Advertisements

COMENTE PELO FACEBOOK