No dia 7 de Abril foram celebrados dois casamentos no Estabelecimento Penitenciário Especial de Ndlavela para Mulheres, na Província de Maputo.

Esse foi o primeiro casamento realizado pela Igreja Universal do Reino de Deus em um presídio do país.

A cerimónia religiosa contou com a participação de mais de 400 pessoas e foi realizada pelo Bispo Luiz Moraes, responsável pelo trabalho da Universal em Moçambique. “Os cárceres não são suficientes para impedir que a Palavra de Deus alcance a quem está preso. Este foi o meio usado para demonstrar o real valor daquelas mulheres encarceradas, e levar a todos os presentes a esperança de um recomeço alicerçado nos mandamentos Divinos”, explicou o bispo.

O registo civil do casal foi realizado pela conservadora da cidade de Matola, Vitalina Manhique Macuácua.

O programa social Universal nos Presídios de Moçambique realiza trabalhos desde 1994. O objectivo do programa é auxiliar na ressocialização dos detentos, levando mensagens de fé e esperança aos encarcerados para que eles não retornem à vida no crime.

COMENTE PELO FACEBOOK