O Café Continental, na baixa da cidade de Maputo, está encerrado desde a tarde de segunda-feira (30), por ordens da Inspecção Nacional das Actividades Económicas (INAE).

A decisão foi tomada depois que foram detectadas várias irregularidades, com destaque para a falta de higiene e limpeza.

Num trabalho realizado no estabelecimento, os inspectores depararam-se também com alimentos fora do prazo, sanitários degradados, infiltrações, acumulação de lixo e circulação de gatos na cozinha.

Para além da suspensão, o estabelecimento está sujeito a uma multa equivalente a 40 salários mínimos.

A inspectora-geral da INAE, Maria Freitas disse ao “Notícias” que o funcionamento do estabelecimento em tais condições representava um atentado a saúde pública.

Folha de Maputo