Mais de 400 famílias que praticam a actividades agrícolas arredores da bacia do rio Púnguè, beneficiarão dentro em breve de fundos e materiais de irrigação. 

Segundo o Ministro das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos, Carlos Bonete Martinho, com o acto visa melhorar o aproveitamento do uso dos recursos e impulsionar a actividade agrícola.

A fonte referiu ainda que face a estiagem que assola a região sul e centro do país o seu sector vai construir, barragens de conservação de água nos rios Púnguè e Revue.

Um projecto que conta com o financiamento da Suíça está avaliado em 170 milhões de dólares norte-americanos.

Martinho falando aquando da assinatura de acordo de cooperação, Desenvolvimento, Gestão e Utilização sustentável dos recursos hídricos da bacia do rio Púnguè, entre Moçambique e Zimbabwe, disse que com o projecto pretende se igualmente preservar o meio ambiente.

Já a ministra do ambiente, agua e Clima no Zimbabwe, Oppah Muchinguiri, disse que o projecto veio para reduzir a pobreza da população dos dois países.

De referir que o projecto teve o seu inicio na República do Zimbabwe já beneficia 230 famílias naquele país.

Aníbal Martinho