Ao quarto jogo dos play-off da final de basquetebol masculino, ao nível da capital do país, o Ferroviário de Maputo sagrou-se campeão do campeonato da cidade. Venceu quatro dos sete jogos que esta final teria direito e destronou o seu adversário, o Desportivo, do pódio.

Não tiveram argumentos os alvi-negros perante o conjunto “locomotiva”, apostado em conquistar tudo o que Desportivo conquistou ano passado.

Depois de ter vencido o torneio de abertura, na segunda prova do ano, o campeonato da cidade de Maputo em basquetebol masculino, o Ferroviário voltou a fazer o pleno, não conhecendo o sabor amargo da derrota. Aliás, nem sentiu dificuldades para ultrapassar seus adversários, desde a fase regular até à final, diante do Desportivo. E acabou sendo a equipa mais regular e a que mereceu a vitória final, para alegria de Milagre Macome, que perseguia o título há muito, no comando dos locomotivas.

Quatro jogos, quatro vitórias

Depois de terem vencido os três anteriores jogos sem grandes dificuldades e aproveitando-se das fragilidades que o adversário apresentava jogo após jogo, sem melhorar nos aspectos fundamentais, nomeadamente a defesa e os acertos nos lançamentos, principalmente na linha dos 3 pontos, os “locomotivas” voltaram a superiorizar-se no quarto jogo. Entraram a vencer no primeiro quarto do jogo por 23-18.

Encontraram uma resposta por parte do Desportivo no segundo período do jogo, que parecia disposto a ser um “desmancha prazeres”, vencer e adiar a festa do Ferroviário. Os alvi-negros marcaram mais pontos do que o seu adversário e foram ao descanso a vencer 7 pontos, ou seja, 37-30. Para dizer que o Ferroviário esteve desconcentrado neste período e em 10 minutos só fez 7 pontos.

Mas o técnico “locomotiva” deve ter dado um bom puxão de orelhas aos seus jogadores, que voltaram mais determinados e marcaram 28 pontos, contra 12 do Desportivo, terminando o terceiro período a vencer por 58-55. Eram apenas 3 pontos, à entrada do último quarto, que deixava o resultado final em aberto, mas os treinados de Macome não deram muito espaço de manobra aos “alvi-negros”, controlando o marcador e terminando a vencer por 83-70, um resultado que evidenciou a boa época que está a atravessar.

No final, os “locomotivas” arrecadam para os seus cofres 200 mil meticais, uma taça e medalhas, contra os 100 mil dos “alvi-negros”, que terminaram na segunda posição.

O País