Início Destaque Bala perdida mata um cidadão e fere outros quatros em Monapo

Bala perdida mata um cidadão e fere outros quatros em Monapo

Agentes da Polícia da República de Moçambique (PRM), mataram acidentalmente um cidadão e feriram outros quatro, que participavam de uma greve de trabalhadores, na empresa Matanuska, no distrito de Monapo, em Nampula.

De acordo com Adelino Manuel, director distrital dos Serviços de Agricultura em Monapo, a revindicação teve inicio na manhã da última quarta-feira quando os cerca de 2.500 trabalhadores da empresa Matanuska, vocacionada à produção de banana, apercebendo-se da chegada do dono da empresa, amotinaram-se na empresa para exigir aumento salarial dos actuais 3.183 meticais, salário mínimo definido pelo Governo para o sector da Agricultura, para 5 mil meticais.

Segundo Adelino Manuel, os agentes da PRM foram chamados ao local, porque alguns trabalhadores ameaçavam invadir a residência do responsável máximo da Matanuska e dispararam as suas armas  AK47 para dispersar os grevistas.

As vítimas foram encaminhados para o Hospital Rural de Monapo.

A empresa Matanuska Africa Limitada é uma subsidiária da companhia Rift Valley Corporation, opera em Moçambique desde 2008, numa área de 1 200 hectares de um total de 3 mil hectares concedidos pelo Governo no distrito do Monapo, na província de Nampula.

De acordo com a própria multinacional, em 2012, a exportação da banana garantiu a viabilidade da empresa, foram exportadas diariamente cerca de 1400 toneladas de banana para alguns países da Europa, África e Ásia, casos do Kuwait, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Iraque.

Verdade

Artigo anteriorVistos de entrada na África do Sul passam a ter validade de 90 dias e fronteira aberta 24/24h
Próximo artigoDetento é descoberto ao tenta fugir de prisão usando disfarce de idosa