Depois da tragédia que aconteceu a 29 de Novembro de 2013, com o avião que fazia a ligação Maputo/Luanda, o governo Angolano decidiu extinguir a comissão inter-ministerial de apoio aos familiares dos nove cidadãos nacionais vítimas do acidente com uma aeronave das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM).

A comissão inter-ministerial que foi criada pelo presidente angolano em Abril de 2014, tinha como objectivo regularizar o acompanhamento e apoio aos familiares dos nove angolanos vítimas do acidente aéreo, coordenada pelo ministro das Finanças, Armando Manuel.