Cerca de 280 toneladas de arroz e 500 mil dólares norte-americanos (cerca de 16.7 milhões de meticais), foram nesta quarta-feira entregues pela China ao Governo moçambicano, num gesto de apoio às vítimas das cheias no centro e norte do país.

Falando na cerimónia, o embaixador chinês em Maputo, Li Chunhua citado pelo Noticias, disse estar satisfeito por entregar o donativo aos moçambicanos e realçou a expectativa dos bens serem bem administrados para a mitigação do sofrimento dos afectados e na reconstrução pós-cheias.

Por sua vez, o vice-ministro da Administração Estatal e Função Pública, Roque Silva Manuel disse que o donativo é apenas mais um indicativo de quão são profundas as relações de irmandade entre Moçambique e a China, que datam desde os tempos da luta armada contra o colonialismo português.

“Estamos  a desenhar uma estratégia para fazer face às calamidades naturais como cheias, secas e ciclones que ciclicamente se abatem sobre o território nacional”, explicou.

Em jeito de resposta ao apelo do embaixador, Roque Silva Manuel garantiu que os apoios serão entregues aos necessitados o mais rapidamente possível.