As raízes de Euclea natalensis  são muito utilizadas na higiene oral e  em Moçambique são vendidas em vários  mercados, com essa finalidade, sendo conhecidas em Maputo pelo nome de “mulala”.

Na prática, a mulala é usada porque mata as bactérias. e também porque parte dos moçambicanos  não tem dinheiro para comprar creme dental.

Os dentes deles são lindos e pode-se até encontrar uma pessoa com odores fortes, mas é muito raro encontrar uma com mau hálito e  muitos tiram a casca para mastigá-la, pois, por si só ela é um pouco ardida e sem a casca fica mais suave.

Segundo Beatriz Banze, vendedora da mulala há mais de 10 anos,  não há segredo em como usá-la,  basta mastigá-la para eliminar as bactérias que estão na boca e ficar esfregando nos dentes igual uma escova dental.

“Mesmo aquelas pessoas  que usam creme dental dizem que quando sentem os dentes “pesados”,  mastigam a  mulala, pois a boca fica fresca”, disse.

E é  com o dinheiro da venda da mulala que ela consegue sustentar os seus netos que foram abandonados pelos pais há cinco anos atrás.

Por dia ela vende mulalas de 50 a 100 meticais na sua banca estacionada em frente ao cemitério de Lhanguene em Maputo.

A nossa entrevistada  explicou que a casca da raiz é retirada e o interior mastigado até ficar desfeito, sendo depois esfregado contra os dentes e as gengivas. Este processo deixa a boca e os dentes com uma coloração laranja temporária, desaparecendo ao fim de algumas horas.

bia1

No final do processo de limpeza dos dentes o pedaço desfeito é cortado e o resto da raiz é armazenado para posterior uso.