Destaque BancABC e AFD apoiam Pequenas e Médias Empresas em Moçambique

BancABC e AFD apoiam Pequenas e Médias Empresas em Moçambique

O BancABC e a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) garantiram recentemente em Maputo continuar a aumentar o seu apoio ao segmento das PME’s em Moçambique.

Para o efeito, foi assinada em Maputo uma convenção entre o BancABC e a AFD no sentido de colaborar com as autoridades moçambicanas e com os parceiros de cooperação em encontrar formas de aumentar o financiamento a este importante segmento da economia moçambicana.

Falando na ocasião, o Admnistrador delegado do BancABC Hélder Chambisse disse que é um segmento vasto, com um número estimado de pouco mais de 38 mil operadores de diversas dimensões e cobrindo todos os sectores da actividade económica e empregando cerca de 190 mil trabalhadores.

“O seu peso e importância na economia, contrasta com as dificuldades enfrentadas na sua actividade, nomeadamente na obtenção de financiamento junto da banca comercial, quer para o investimento, quer para o capital circulante”, disse.

Chambisse referiu ainda que pelas características e natureza da sua actividade, as PMEs incorrem em custos financeiros elevados junto da banca comercial, o que aumenta o peso e as dificuldades que enfrentam na sua actividade corrente.

Segundo ele, é  fundamental que se encontrem formas de mitigar o risco de crédito que decorre do financiamento das PMEs por forma a que as mesmas possam aceder ao financiamento bancário com custos razoáveis e adequados à sua dimensão e actividade.

“Daí a relevância do acordo que acabamos de assinar, através do qual o BancABC junta esforços com um parceiro de cooperação, para assegurar o financiamento das PMEs com uma partilha de riscos, o que permitirá termos taxas de juro mais competitivas”, frisou.

O Delegado desta instituição bancária disse que O BancABC tem as PME’s como segmento fulcral na sua estratégia de crescimento e expansão e continuará a priorizar o aumento dos serviços bancárias a estas empresas ao longo de todo o país e cobrindo todos os sectores.

“Continuaremos a priorizar as PMEs na sua actuação no mercado, prestando serviços bancários e soluções financeiras que vão de encontro às suas mais diversas necessidades e promovendo o seu continuado contributo para o crescimento e desenvolvimento da economia moçambicana”, sublinhou.

Por sua vez a representante da Agência Francesa de Desenvolvimento, Virginie Dago, explicou que a convenção assinada entre o BancABC e a AFD é um acordo de garantia de carteira de 2 milhões de euros para a AFD garantir parcialmente os créditos concedidos pelo BancABC às PMEs em dólares ou em meticais.

“Esta Convenção marca o princípio de uma parceria que esperamos que seja sólida e duradoura entre estas duas entidades que acreditam num mesmo objectivo, de facilitar o acesso ao financiamento para às Pequenas e Médias Empresas com vista a promover o desenvolvimento delas e a criação de novos postos de emprego”,disse.

De referir que a AFD é um banco de desenvolvimento francês presente em cerca de 70 países, actuando há mais de 30 anos em Moçambique. Em Moçambique, o apoio da Agência concentra-se nos sectores de meio ambiente e infra-estruturas (energia, transportes e água principalmente), mas também a AFD tem como enfoque o apoio ao sector privado seja directamente ou através dos bancos.

A AFD disponibilizou, desde 1981, mais de 1 bilião de dólares de financiamento em Moçambique nestes sectores.

A AFD está a desenvolver em África este tipo de garantia denominada ARIZ e concede anualmente cerca de 120 milhões de euros de novas garantias com cerca de 40 bancos parceiros.

Artigo anteriorCanadá realiza marcha para angariar fundos a favor às vítimas das cheias
Próximo artigoMoçambicanos já podem comprar passagens aéreas via telemóvel