A capital moçambicana, Maputo, foi atingida por chuvas torrenciais na noite de domingo e na madrugada de segunda-feira, tendo provocado vários danos materiais.

Segundo a Agência de Informação de Moçambique (AIM), dezenas de casas foram afectadas pela forte precipitação, deixando muitas famílias desalojadas.

Num dos bairros, a polícia foi chamada a intervir, pois os moradores decidiram cortar a estrada como forma de minimizar o impacto das cheias.

Entretanto, o director do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC), Jorge Ribeiro, anunciou estarem reunidos os meios necessários para enfrentar a época de chuvas.

“Temos disponíveis 354 barcos a motor, 91 embarcações a remo, cinco ambulâncias, 195 camiões e 12 tractores”, disse o gestor.

Além disso, existem dois camiões cisternas e 37 geradores para produção de energia eléctrica.