Quatro indivíduos desconhecidos, fazendo-se transportar numa viatura sem inscrições e empunhando duas armas de fogo, invadiram, na passada quinta-feira (30), um estabelecimento comercial, na avenida Irmãos Roby, no bairro de Minkadjuine e raptaram o proprietário de nome Abdul, de 62 anos de idade.

O porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM), Pedro Cossa, diz estarem em curso investigações sobre este caso e garantiu que os autores serão penalizados.

“A polícia está a trabalhar no sentido de esclarecer este crime. Estamos a seguir algumas informações sobre o mesmo e a garantia que podemos dar é que dure o tempo que durar, um dia a imprensa irá cobrir o julgamento dos indivíduos que cometeram este ilícito”, disse Pedro Cossa.

Este caso foi revelado no habitual briefing semanal da PRM à nacional, numa semana em que a polícia deteve 1.979 indivíduos, dos quais 1.856 foram interpelados por violação de fronteira e 115 por delito comum.

Pedro Cossa destacou ainda que, por consequência da emigração ilegal, muitos moçambicanos continuam a ser repatriados.

“Na semana passada, 252 indivíduos foram repatriados da África do sul para Moçambique, sendo que 246 são do sexo masculino e os restantes seis do sexo feminino”, disse.