Início Destaque Praça de Combatentes terá nova cara

Praça de Combatentes terá nova cara

A praça de Combatentes, na cidade de Maputo, terá nova cara, pois serão executadas as obras de requalificação da mesma que durará seis meses.

A obra que trará uma nova imagem e sentido histórico que merece é uma parceria entre o Ministério da Defesa Nacional e o Município de Maputo num investimento de 55 milhões de meticais.

Na praça, vulgarmente chamado por ” Xikhelene” será erguido um mural com os nomes de todos os combatentes que perderam a vida lutando pela libertação do país e do povo moçambicano contra o colonialismo.

A requalificação consistirá ainda na edificação de um monumento com 23 metros de altura, quatro torres e outros elementos alegóricos em homenagem aos combatentes. Será ainda construído um centro de documentação por detrás do mural dos combatentes, onde serão depositadas as informações sobre os que lutaram pela libertação nacional e todas as etapas da luta que durou 10 anos.

“As obras vão compreender quatro elementos, sendo duas rotundas, uma das quais terá um elemento alegórico, na rotunda central, um memorial dos combatentes que faleceram durante a luta de libertação. O terceiro elemento importante é o centro de interpretação, que terá todos registos dos combatentes que morreram durante a luta de libertação nacional, além do tratamento do pavimento”, explicou o director da Faculdade de Arquitectura da Universidade Eduardo Mondlane (UEM), Luís Lage, instituição que desenhou o projecto.

 Acrescentou ainda, Luís Lage que será ainda feita a pavimentação da área entre as duas rotundas existentes com recurso ao formato que se usa na cestaria moçambicana.

Os projectos de água e saneamento e electricidade  ora apresentado foram  desenhados pelos estudantes da Faculdade de Arquitectura e um grupo de docentes da UEM.

No que se refere a execução das obras, Victor Fonseca, Vereador de Infra-estruturas no Município de Maputo disse que estas serão executadas pela construtora Soares da Costa Moçambique, num período de seis meses.  empresa essa  que nos últimos tempos tem sido confiada a execução de infra- estruturas no Município de Maputo. Um exemplo do trabalho feito pela construtora é a reabilitação do Mercado Central, a construção do terminal de transportes e o Mercado Grossista do Zimpeto, entre outras obras.

Artigo anteriorMDM acusa TVM de manipular a opinião pública
Próximo artigoPRM neutraliza meliantes na Matola