Na qualidade de Comandante-Chefe das Forças Armadas de Defesa e Segurança, o Chefe de Estado, Armando Guebuza, inaugurou esta segunda-feira (22) uma exposição que marca o início das festividades dos 50 anos do desencadeamento da Luta Armada de Libertação Nacional e dia das Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM).

Armando Guebuza escalou as diversas tendas espalhadas pelo pátio da Praça 25 de Junho, tendo ficado impressionado com a história da Força Aérea de Moçambique, uma área importante das FADM.

A exposição surge com o intuito de mostrar a história das FADM e as actividades que os diversos sectores das FADM, nomeadamente, o Exército, a Marinha de Guerra, a Força Aérea e os Serviços Cívicos, recentemente criado, realizam no seu dia-a-dia.

“Esta exposição representa para as Forças Armadas os 50 anos da sua existência como corpo de libertação de Moçambique, corpo da defesa deste território do Rovuma ao Maputo, corpo uno que protege a sua população na sua participação do desenvolvimento económico do país”, apontou o Coronel Elias Mondlane, porta-voz das FADM.

Ao todo são sete tendas onde se encontram expostas a História das FADM, artigos da Gráfica Militar, equipamento logístico militar, produtos agro-pecuários produzidos no âmbito do programa Logística de Produção e Feira de Saúde.

A exposição estará aberta ao público até o próximo dia 25 de Setembro, das 8 horas até as 20 horas.

Sob o lema “Forças Armadas de Defesa de Moçambique, celebrando 50 anos, inspiradas na Unidade Nacional, no Patriotismo, na Paz e na heroicidade da geração 25 de Setembro”, as cerimónias centrais das Bodas de Ouro das FADM terão lugar no próximo dia 25 de Setembro, no Estádio Nacional do Zimpeto, onde se prevê, entre outras actividades, um show aéreo a ser exibido pela Força Aérea de Moçambique.