O etanol é um álcool derivado de cereais e vegetais e que serve também de combustível. O prémio foi entregue pelo embaixador dos EUA em Maputo, Douglas Griffiths, numa cerimónia que contou com a presença de empresárias moçambicanas, gestoras bancárias e outras mulheres influentes em vários sectores de actividade, de salientar a Presidente do Conselho de Administração do Barclays, Luísa Diogo. Trata-se de um álbum de fotografias dos EUA.

Formada em Ciências de Administração de Empresas em Washington, Thelma Venichand disse em entrevista ao Noticias que os fogões com base em etanol estão a ajudar não só a mulher, mas contribuem para o meio ambiente. “As mulheres, sobretudo as das cidades estão cansadas dos altos preços com que adquirem o carvão e com os danos que este combustível provoca ao ser humano e ao meio ambiente”, disse a vencedora.

Segundo Thelma Venichand um dos ganhos deste projecto é que as mulheres estão dispostas a comprar um aparelho de cozinha moderno, produzido localmente, que usa combustível limpo e acima de tudo económico.

Thelma Venichand vence “Mulher de Coragem”

A CleanStar, baseada no distrito de Dondo, em Sofala, pretende aumentar a sua produção para 2 milhões de litros de etanol por ano, um combustível produzido na base de extractos de mandioca.

Em toda a África, mais de 80%2525 das famílias urbanas utilizam carvão para confeccionar alimentos. Segundo a Organização Mundial de Saúde, inalar fumaça de carvão vegetal tem o impacto negativo na saúde, cujos efeitos negativos chegam a comparar-se com quem fuma dois maços de cigarros por dia. Esta organização estima que a poluição do ar interior do uso de combustíveis sólidos, incluindo o carvão, é responsável por 2 milhões de mortes por ano.

O Embaixador dos EUA em Moçambique, Douglas Griffiths, considerou a vencedora do prémio, uma visionária e heroína. “Ela teve que hipotecar a sua própria casa para erguer a empresa. No entanto, através da sua visão e trabalho árduo durante mais de dez anos, a empresa cresceu, os seus produtos atingem muitas famílias em todo o país, até que constituiu sociedade com a CleanStar Moçambique em 2011. Em Maio de 2012, a empresa inaugurou a primeira fábrica em Moçambique de combustíveis de cozinha sustentáveis”, salientou.

Segundo Douglas Griffiths, actualmente, mais de mil pequenos agricultores, na sua maioria mulheres, ganham altas receitas cultivando a mandioca

O prémio “Mulher de Coragem” já foi ganho pela Presidente da Liga dos Direitos Humanos, Alice Mabota e também por Ana Maria Muhai, que trabalha em prol do combate ao HIV e SIDA, em 2011 e 2012, respectivamente.