Médico demite assistente por ser muito atraente e iressistível
Melissa Nelson trabalhou como assistente para o dentista James Knight por mais de dez anos.
A mulher foi demitida porque a esposa do dentista a considerou uma ameaça ao casamento do casal.

Melissa entrou com uma acção na Justiça por demissão injusta. No entanto a Suprema Corte do Estado de Iowa, nos Estados Unidos, considerou que os empregadores agiram legalmente ao dispensar a secretária por ela ser “atraente e irresistível”.

“Isso é uma vitória para os valores da família. Ele só pensou em salvar o seu casamento”, disse o advogado de James Knight.

O defensor de Melissa criticou a decisão da justiça. Segundo ele, o tribunal dos membros da suprema corte – formada por sete homens, errou ao não reconhecer a descriminação que as mulheres vêm sofrendo no trabalho.