93 chineses presos por espalharem boatos do fim do mundo no Facebook

O governo da China prendeu 93 pessoas que estariam espalhando boatos sobre o fim do mundo em 21 de dezembro – segundo profecia maia.

Entre as dezenas de pessoas detidas pela polícia, estão 37 membros de um culto cristão banido pelas autoridades.

“Os membros desse culto recentemente aderiram ao cenário pregado pelos maias e disseram que o Sol não apareceria e que não haveria energia por três dias a partir de 21 de dezembro”, informou a agência oficial Xinhua.

O fim do mundo teria motivado um recente ataque que feriu a facadas 23 crianças de uma escola primária na China.

“Min Yongjun estava psicologicamente afetado pelos rumores sobre o fim do mundo”, disse a Xinhua.