Internacional Trump pede adiamento de pagamento de multa por fraude

Trump pede adiamento de pagamento de multa por fraude

Receba atualizações de trabalhos do MMO Emprego

Siga o nosso canal do Whatsapp para receber atualizações diárias anúncios de vagas.

Clique aqui para seguir

Donald Trump, ex-presidente dos Estados Unidos, solicitou um adiamento de 30 dias para pagar a multa de 364 milhões de dólares (337,7 milhões de euros) imposta a ele por fraude bancária.

A decisão do juiz Arthur Engoron, que considerou Trump culpado, marca um capítulo importante na saga legal do ex-presidente.

A defesa de Trump apresentou o pedido de adiamento em um tribunal de Nova Iorque.

Com juros, a quantia devida ao Estado norte-americano aumenta a cada dia que passa.

A procuradora-geral de Nova Iorque, Letitia James, ameaçou confiscar bens de Trump caso ele não pague a multa.

A decisão de Engoron proíbe Trump de gerir empresas no estado de Nova Iorque por três anos.

Seus filhos, Eric e Donald Jr., também foram punidos com a proibição de exercer cargos de liderança em empresas do estado.

Os advogados de Trump já anunciaram que irão recorrer da sentença.

Trump enfrenta outros processos na justiça norte-americana.

O julgamento sobre o pagamento a uma ex-atriz pornográfica está previsto para começar em 25 de março.

A pena imposta a Trump é considerada um marco histórico.

A decisão judicial representa uma vitória para Letitia James, que acusou Trump de práticas enganosas.

O caso é um dos quatro processos criminais em que Trump está envolvido.