Sociedade Magistratura expulsa 20 juízes por prática de crimes

Magistratura expulsa 20 juízes por prática de crimes

Receba atualizações de trabalhos do MMO Emprego

Siga o nosso canal do Whatsapp para receber atualizações diárias anúncios de vagas.

Clique aqui para seguir

Pelo menos 20 juízes foram expulsos do poder judicial nos últimos 10 anos, por prática de crimes, principalmente corrupção.

A informação foi revelada pelo presidente da Associação Moçambicana de Juízes (AMJ), Carlos Mondlane, em declarações à imprensa, em Maputo, durante a Reunião dos Magistrados Judiciais para auscultação do Compromisso Ético dos Juízes Moçambicanos.

“Nós temos uma política de tolerância zero para casos de corrupção. Para dizer que sempre que o Conselho se depara com situações desta natureza envolvendo juízes, a política é de aplicar pena de expulsão”, disse o magistrado, segundo a AIM.

Segundo registadas não se pode pensar que existe um elevado índice de corrupção, mas se deve saber que existe uma resposta aos casos identificados.

“Essas penas de expulsão podem ser vistas no sentido de que há muita corrupção no sistema. Nós não entramos neste discurso de haver muita corrupção no sistema, mas [sim] reconhecemos que a pouca corrupção que se manifesta tem uma resposta contundente por parte do sistema judicial”, explicou Mondlane.