Sociedade Três condenados por facilitação de migração ilegal

Três condenados por facilitação de migração ilegal

Três cidadãos do Maláui foram condenados a seis meses de prisão por facilitação de migração ilegal na província de Maputo, sul de Moçambique, noticiou a Rádio Moçambique.
Segundo o canal, o Tribunal Judicial do Distrito da Moamba considerou provado que os três homens formavam uma quadrilha que se dedicava a facilitar a entrada de cidadãos estrangeiros na África do Sul, tendo o território moçambicano como ponto de trânsito.

Os condenados foram detidos em flagrante delito quando tentavam introduzir na África do Sul 14 cidadãos do Maláui, através da fronteira de Ressano Garcia.

O porta-voz do Serviço Nacional de Migração (Senami) na província de Maputo, Juca Bata, saudou a decisão do tribunal, considerando que emite um sinal sobre as consequências penais da facilitação da migração ilegal.

As autoridades moçambicanas anunciam todas as semanas a detenção de estrangeiros que entram ilegalmente no país, muitos dos quais pretendem chegar à África do Sul, uma das principais economias do continente africano.