Destaque Jogos da Commonwealth: Alcinda Panguane e Rady Gramane nas meias-finais

Jogos da Commonwealth: Alcinda Panguane e Rady Gramane nas meias-finais

As pugilistas moçambicanas, Alcinda Panguane e Rady Gramane, já têm o bronze garantido nos Jogos da Commonwealth, que decorrem em Birmingham, Inglaterra. As duas pugilistas venceram os seus combates dos quartos-de-final e garantiram, não só as meias-finais, mas também a medalha de bronze.

Alcinda Panguane teve que superar a camaronesa Clotilde Essiane, tendo vencido à tangente, ou seja, 3-2 no somatório dos juízes do combate.

Já Rady Gramane foi mais demolidora, ao somar a pontuação máxima dos juízes onde venceu todos os três assaltos e foi pontuada com unanimidade, no combate diante da inglesa Kerry Davis.

As duas atletas vão disputar o acesso à final da prova, esta sexta-feira. Alcinda Panguane terá pela frente a austríaca Kaye Frances Scott por um lugar na final e na disputa pelo ouro, na categoria dos -70kg.

Já Rady Gramane, na categoria dos -75kg, vai disputar acesso à final diante da nigeriana Jacinta Umunnakwe, quando forem 13h30 de Maputo.

Estas são as primeiras medalhas garantidas nos Jogos da Commonwealth, que terminam domingo, em Birmingham, depois das participações inglórias do triatlo, natação e atletismo, onde os atletas conseguiram terminar as provas e, alguns, melhorar as suas marcas.

Para esta quinta-feira, há mais participações de Moçambique em Birmingham. Armando Sigaúque entra em cena nos quartos-de-final do boxe, na categoria dos -54kg, defrontando o norte-irlandês Dylan James Eagleson, quando forem 17h00 de Maputo.

Tiago Muxanga volta aos ringues, também esta quinta-feira, nos quartos-de-final, depois de ultrapassar o seu adversário, na terça-feira, o camaronês Albert Mengue. O adversário desta quinta-feira é o austríaco Wendell Stanley, para lutar pelas meias-finais e pelas medalhas.

No atletismo, será a vez da Ancha Mandlate correr na terceira série dos 200 metros, à procura de um lugar na fase seguinte, a partir das 15h00 de Maputo.

Artigo anteriorPrimeira carga de cereais vinda da Ucrânia segue para Líbano
Próximo artigoCNDS congratula avanço das FDS no combate ao terrorismo