Sociedade Ministério da Justiça investiga baleamento de cinco rreclusos em Milange

Ministério da Justiça investiga baleamento de cinco rreclusos em Milange

Duas equipas de inquérito foram criadas para avaliar os contornos do baleamento mortal de cinco reclusos da cadeia distrital de Milange, na província da Zambézia, centro de Moçambique.

O anúncio foi feito ontem, 20, pela ministra da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos, que promete para a próxima semana, elementos que lhe permitam tomar eventuais medidas em torno do caso.

“Uma das equipas foi criada ontem, 19, e integra equipas do Ministério da Justiça e do Serviço Nacional de Prisões, e esperamos ter o inquérito concluído em uma semana” disse Helena Kida, em declarações à imprensa.

Para já, Kida coloca de lado que tenha havido excesso de zelo por parte do guarda prisional, que afinal, era o único a trabalhar para guarnecer mais de 200 reclusos.

“Não sei qual seria o comportamento ideal de um único guarda prisional perante uma situação de tentativa de evasão de cerca de 280 reclusos. Se tivesse, de facto, conseguido fugir, hoje estaríamos a falar de outra coisa” disse a ministra, lamentando, contudo, as fatalidades.

O activista social Silva Silva, defende a necessidade de se aprofundar as causas da actuação que culminou com as cinco mortes, num caso que mais parece uma execução.